Como Aprender Gírias em Inglês de Verdade

“I saw a picture of my newborn niece and almost died.

“I killed it at my final exam!”

Não, não precisa surtar! Ninguém morreu, ninguém foi morto. Essas pessoas estão apenas usando gírias em inglês! 

  • A primeira pessoa disse “died” (“morreu”) para enfatizar o quão impressionados eles estavam, provavelmente pelo simples fato de terem uma sobrinha ou pelo quão fofa ela era.
  • A segunda pessoa usou “kill” (“matar”) para enfatizar o quão bem eles se saíram no exame.

Para o bem ou para o mal, a gíria é uma grande parte do inglês moderno. Até os líderes mundiais as usam! Por exemplo, o ex-presidente dos Estados Unidos, Obama, usa a gíria, “screw up” (que significa “cometer um erro”), nesta entrevista:

Portanto, independentemente de estarmos planejando usar gírias, precisamos saber o suficiente para entender o inglês falado e responder a ele. Afinal, você não quer ser aquela pessoa que ao ouvir “What’s up?”, olha para o teto!

Mas quais são as melhores maneiras de aprender gírias em inglês?

1. Assistir Filmes e Programas de TV Populares

Em sua época, Shakespeare cunhou muitas palavras novas que agora são comuns na língua inglesa. Hoje em dia, programas de TV e filmes populares são a origem de muitas gírias em inglês.

Por exemplo, se você quiser aprender gírias americanas, programas como Os Simpsons, Friends ou Seinfield são um ótimo recurso. Você também pode pesquisar no Google “classic sitcoms” (“sitcoms clássicos”) ou “popular sitcoms” (“sitcoms populares”) para encontrar muitos mais.

As gírias também invadem a mídia de massa, então você pode ouvi-las em talk shows, comentários esportivos e até mesmo em alguns programas de notícias.

Portanto, encontre algo em que esteja interessado e assista! Mas se você encontrar algumas expressões ou gírias que não entende, escreva-as e peça ajuda a um professor.

As músicas são outra fonte comum de novas gírias, então você também pode aprender gírias com a música, mas é definitivamente mais fácil fazer isso com conteúdo de vídeo, onde você tem dicas visuais para ajudá-lo a descobrir o que as novas palavras significam.

2. Leia Online

A internet é o berço de muitas expressões de gíria em inglês atualmente. Para aprender gírias, recomendamos passar algum tempo no Buzzfeed, Reddit e Twitter.

Mas fique longe de dicionários de gíria como Urban Dictionary, Online Slang Dictionary ou Peevish (para gírias britânicas). Embora pareçam escolhas óbvias com as quais aprender gírias, eles podem na verdade fazer mais mal do que bem. Alguns alunos tentam usar gírias que encontraram no Dicionário Urbano e depois soam totalmente ridículos.

Isso acontece porque muitas informações ali inseridas são apenas piadas. Além disso, os dicionários de gíria não refletem como a linguagem é usada. Como JStor Daily coloca, o Urban Dictionary “não é tão imediato quanto o Twitter, não é tão específico quanto Know Your Meme, não é tão respeitado quanto Merriam-Webster, não é tão confiável quanto a Wikipedia e não é tão popular quanto o Reddit.”

Recomendamos no máximo usar esses recursos como referências. Em outras palavras, vá a esses dicionários apenas quando encontrar gírias que você não entende. Mas não os use como ponto de partida para seus estudos de gíria!

O mesmo vale para listas online de gírias. É comum que serviços na área de ensino de idiomas ensinem gírias nas redes sociais ou publiquem listas de gírias em seus blogs.

No entanto, muitas dessas listas não são confiáveis. Para começar, muitos serviços não verificam seu conteúdo e nem sua recência com nenhum falante nativo. Então é melhor você não começar a memorizar listas de gírias. Em vez disso, tente adquiri-los no contexto lendo online!

3. Preste Atenção aos Acontecimentos Atuais

Gírias costumam ser um produto de sua época, especialmente quando a época envolve alguns eventos que abalam a Terra, como uma possível guerra nuclear ou uma pandemia global (como a que estamos enfrentando agora).

Na verdade, o COVID-19 já deu origem a uma série de gírias (como “Zoom University”, uma referência a quantas aulas universitárias agora estão hospedadas no aplicativo de teleconferência Zoom) e popularizou certas gírias pré-existentes ( por exemplo, “Blursday“, referindo-se a como ficar em casa o tempo todo faz com que todos os dias fiquem indistintos e misturados, sem que tenhamos a percepção da passagem de tempo.

Para entender palavras como essas (e o humor por trás delas!), Você precisa entender seu contexto. Você pode fazer isso:

  1. Assistir ou ler as notícias. As Daily News da Engoo são uma ótima fonte de notícias para estudantes de idiomas!
  2. Observar como as pessoas falam sobre atualidades no YouTube. Você pode pesquisar “YouTubers who talk about the news” (“YouTubers que falam sobre as notícias”) para encontrar canais como este.

4. Pergunte a Pessoas Reais

Idiomas são o como as pessoas se comunicam entre si, por isso é importante fazer a pessoas reais suas perguntas relacionadas ao que está aprendendo. Isso vale ainda mais para gírias, porque:

  1. A maioria das gírias simplesmente não persistem, então você deve verificar com falantes nativos para ver se as que deseja usar ainda estão em uso.
  2. Muitos termos de gíria são usados ​​apenas por determinados grupos de idade, especialmente jovens adultos. Se você está na casa dos cinquenta, provavelmente não quer soar como um adolescente.
  3. Algumas gírias são usadas apenas em certas áreas e por certos dados demográficos. Portanto, pode ser visto como impróprio ou desrespeitoso para pessoas de outras áreas ou demografia usá-lo!

Em outras palavras, só porque você ouve uma gíria em uma música ou vê uma palavra no Urban Dictionary, não significa que você deva usá-la. (Não antes de investigar sua validade de qualquer maneira.)

E só porque você ouve um amigo nativo usar uma certa gíria, não significa que você deve também. Aqui estão dois motivos:

  1. A maneira como aquele amigo usou a palavra pode não representar como a maioria das pessoas a usa. Por exemplo, este amigo pode ter usado a palavra incorretamente ou propositalmente usado de uma forma fora do padrão para fazer uma piada.
  2. Mesmo que ouça um falante nativo usando uma gíria corretamente, você pode interpretar mal o significado da palavra ou como ela deve ser usada. (Isso acontece com mais frequência do que a maioria dos alunos imagina.)

Portanto, quanto mais você perguntar a falantes nativos sobre uma expressão, melhor! Além disso, perguntar a falantes nativos sobre gírias geralmente torna uma conversa interessante! Falantes nativos de diferentes países também gostam de compartilhar gírias uns com os outros.

5. Não se Deixe Levar!

Em nossa busca para soarmos mais naturais em inglês, é fácil nos deixar levar pelo aprendizado de gírias. No entanto, tenha em mente que a gíria é apenas UMA peça do quebra-cabeça. E está longe de ser a mais importante!

Os próprios nativos do idioma diferem na quantidade de gírias que usam. Mas o que todos eles usam é um monte de expressões idiomáticas e colocações; esses aspectos do inglês farão uma diferença maior na sua fluência do que as gírias propriamente ditas. Esses dispositivos de linguagem são mais amplamente usados ​​em todas as faixas etárias e regiões.

Portanto, se você ainda tem problemas com expressões idiomáticas, certifique-se de aprender mais sobre eles antes de começar a estudar as gírias!

Finalmente, não sinta que precisa usar gírias ou fique ansioso porque não as está usando o suficiente. Gírias não são algo que você deseja forçar nas suas interações. 

Depois de falar com um número suficiente de pessoas em inglês, você desenvolverá naturalmente seu próprio estilo de falar, bem como um senso de qual gíria se adapta melhor a ele.

Para começar, você pode conferir nossas dez lições “Slang Around the World” em nossa categoria Viagem e cultura, escrita por nativos no idioma. 

Você também pode fazer as aulas com nativos desses países. Por exemplo, você pode fazer a lição de gíria irlandesa com um tutor irlandês e a lição de gíria americana com um tutor americano. E lembre-se, a primeira aula é por nossa conta!