10 Expressões para se Conectar com seu Parceiro de Conversa

Se você quiser concordar com alguém em inglês, provavelmente usará frases como “Me too,” “Same here” ou “I think so, too.”

Mas às vezes você quer fazer mais do que concordar. Às vezes, você deseja que o ouvinte saiba que você passou por algo semelhante ou que sabe como se sente.

Então, vamos dar uma olhada nas dez expressões mais comuns que você pode usar com esse objetivo!

1. I feel the same way.

Se você “feel the same way” (“sente a mesma coisa”) que alguém, você tem a mesma percepção ou sensação que eles. Por exemplo, no diálogo a seguir, Arisa tem o mesmo sentimento que Nina sobre o México:

No próximo diálogo, Nathan e David acabaram de ver um filme, e Nate se sente da mesma maneira que David:

Para muitos falantes nativos, “I feel the same way” soa muito semelhante a ““I think so, too.“. No entanto, existem algumas diferenças sutis.

Uma pesquisa na Stanford’s Graduate School of Business sugere que usar “I feel” pode fazer a diferença se você estiver tentando se conectar emocionalmente com alguém.

2. I know how you feel.

“I know how you feel” (“Eu sei como você se sente”) também é uma expressão de apoio emocional. Você pode usar isso para confortar alguém que está triste ou zangado.

“I know how you feel” não significa literalmente sabe o sentimento. Implica que você experimentou algo semelhante.

Por exemplo, um dos pais na conversa abaixo usa esta expressão para ajudar o outro a se sentir melhor sobre um problema pelo qual está passando:

Jim basicamente diz que a mesma coisa aconteceu com ele, então ele entende os sentimentos de James.

No entanto, alguns psicólogos desaconselham o uso dessa frase, porque mesmo que passemos por algo semelhante, não há como saber exatamente como a outra pessoa se sente. E às vezes, essa frase pode fazer as pessoas se sentirem pior!

Apesar de tudo, muitas pessoas ainda usam essa expressão, então você definitivamente vai topar com ela!

3. I know what you mean.

Se você disser “I know what you mean” (“Eu sei o que você quer dizer”), você não está dizendo que entende as palavras do interlocutor, mas que entende por que se sente de determinada maneira. Por exemplo:

Ao dizer “I know what you mean”, Arisa dá a entender que entende por que Nina ama o México. Talvez ela sentisse que as pessoas eram acolhedoras ou porque se sentia muito confortável ali.

De qualquer forma, ao dizer “I know what you mean”, você mostra que entende o significado mais profundo por trás do que alguém disse, o que pode ajudá-lo a estabelecer uma conexão.

4. I can relate (to that).

“I can relate (to that)” (“Eu posso entender (aquilo)) é outra forma de dizer que você pode“ se relacionar com ”o que alguém está dizendo. Neste contexto, “relate” não significa “relacionar-se”.

Significa enxergar o porque ou lógica da experiência ou situação de alguém. Por exemplo, alguém que nunca saiu de sua cidade provavelmente não poderia “entender” ou conectar-se às experiências de alguém que viajou por todo o mundo.

Um professor do ensino médio usa esta frase neste vídeo:

Basicamente, uma aluna conta à professora que sua bisavó morava em uma fazenda de crocodilos. O professor diz: “I can relate to that …, because I teach middle school.”

Ironicamente, ela diz entender como era a vida da bisavó da aluna, comparando seus alunos de ensino médio aos crocodilos! Piadas à parte, ela diz conseguir entender ou ver sentido em algo, baseado em um cenário paralelo ou em uma analogia.

5. Agreed!

“Agreed!” (“Concordo” ou “De acordo”) É uma forma enfática de concordar com alguém. Veja como eles são usados nos dois diálogos a seguir:

“Agreed!” vem da frase “It is agreed,” que já não é mais comumente utilizada no inglês.

6. Tell me about it!

This is not the expression that you say to someone to ask them to tell you something. In this context, “Tell me about it” (“Tell me about it”) is another way to emphasize that you completely understand what your conversation partner is saying.

Não! Essa expressão não quer dizer que você quer que alguém lhe conte algo. Nesse contexto, “Tell me about it” (“Fale-me sobre isso”) é outra forma de enfatizar que você entende completamente o que seu interlocutor está dizendo. É como se já soubesse tudo relacionado ao tema ou questão que está sendo retratada/narrada e estivesse dizendo à outra pessoa que lhe conte algo a mais.

Aqui está um exemplo::

No diálogo acima, Sarah simpatiza fortemente com o ódio de Brian pelos mosquitos. Ao dizer “Tell me about it!”, Podemos adivinhar que ela provavelmente teve muitas experiências negativas com eles!

Aqui está um exemplo da vida real:

Nesta entrevista, o comediante Jerry Seinfield diz a seu convidado, Neal Brennan, que ele é carismático. Neal responde: “Tell me about it!” e a multidão ri.

Você pode estar se perguntando por que “Tell me about it!” pode ser usado desta forma? Originalmente, era uma expressão sarcástica. Se alguém lhe contou algo que você já sabia e você respondeu: “Tell me about it”, você está dizendo sarcasticamente à outra pessoa que ela não precisa lhe contar sobre isso.

No entanto, hoje em dia, ele perdeu sua qualidade sarcástica e é apenas uma forma de mostrar a alguém que você sabe como eles se sentem.

7. I know, right? 

“I know, right?” (“Eu sei. Não é?”) É uma forma muito enfática de concordar com alguém e mostrar que você compartilha a experiência dela. Vamos analisar esta expressão:

  • “I know” mostra que você concorda com seu parceiro de conversa.
  • “Right?” aqui não está sendo usado para pedir confirmação. Pense nisso como “Isn’t it?”

Vejamos esta frase em ação:

“I know, right?” aqui significa “Sim, os mosquitos realmente não deveriam existir.” Sarah está mostrando que compartilha do ódio de Brian pelos mosquitos. Assim como Brian, Sarah provavelmente também teve experiências terríveis com mosquitos

Aqui está um vídeo do YouTube em que alguém usa “I know, right?”

No vídeo, o homem em pé está lendo algo quando diz: “This makes me so sad” e o homem atrás dele responde: “I know, right?”

Na Internet, você verá pessoas escrevendo IKR ou ikr para abreviar.

8. I get you.

“I get you” ( equivalente a algo como “eu te saco”) é uma forma de gíria de mostrar que você entende alguém e realmente compreende o que ele está dizendo.

Aqui está um vídeo em que um cabeleireiro usa esta frase:

No vídeo, um freelancer pede conselhos sobre como ficar otimista quando os negócios estão fracos. O “I get you” do cabeleireiro mostra que ele entende totalmente, porque também há momentos em que ele também não tem muitos clientes.

9. I hear you.

“I hear you” (“Eu te escuto”) é outra gíria. Não significa apenas “Estou ouvindo você”, mas “Eu ouço o que você está dizendo e entendo totalmente”.

Você pode ouvir o ex-presidente dos Estados Unidos, Obama, usando-o neste discurso:

Aqui, ele basicamente está dizendo que quer ajudar os americanos a realizar o sonho americano. Ao dizer “I hear you”, ele mostra que sabe como é difícil realizar esse sonho nos dias de hoje e que se solidariza.

10. I’m with you (on that).

“I’m with you (on that)” (“Eu estou com você (nisso)”) também é uma maneira casual de mostrar que você compartilha os sentimentos do interlocutor. Por exemplo:

No diálogo, Sarah não apenas ouve ou capta Liam. Além de simpatizar com o ódio dele por mosquitos, ela apóia completamente a opinião dele de que mosquitos não deveriam existir.

Como você pode ver, “I’m with you” soa mais forte do que “I hear you” e “I get you”. Afinal, você não apenas entende a pessoa; você está com ela em seu ponto. Você provavelmente já experimentou a mesma coisa que eles e os apoia.

Portanto, não é apenas uma expressão de concordância; é uma expressão de apoio. Na verdade, existe uma música chamada “I’m With You”. A letra diz: “I don’t know who you are, but I … I’m with you.”.

Aqui, a cantora, Avril Lavigne, está dizendo: “Eu não sei quem você é, mas você não está sozinha” ou “Eu te apoio”.

Se você quiser concordar ainda mais fortemente, pode dizer “Estou aí com você” (“I’m right there with you”) “I’m completely with you (on that)” (“Estou completamente com você (nisso) ”) ou“ Estou com você o tempo todo ”. (“I’m with you all the way”)

Sua Vez!

Para revisar, aqui estão todas as dez expressões novamente:

  1. I feel the same way.
  2. I know how you feel.
  3. I know what you mean.
  4. I can relate (to that).
  5. Agreed!
  6. Tell me about it!
  7. I know, right?
  8. I hear you.
  9. I get you.
  10. I’m with you (on that).

As expressões 1-4 são bastante genéricas, enquanto as expressões 5-7 são informais e as expressões 8-10 são coloquiais ou mesmo gírias.

Use-as em sua próxima conversa! Você definitivamente formará uma conexão mais profunda com a pessoa com quem está falando.

Ou tente usá-las em uma aula com um de nossos professores de conversação online. Inscreva-se para uma aula grátis agora!