bloog image
Home Entretenimento Aprovado pela rainha: Costumes e hábitos dos ingleses

Aprovado pela rainha: Costumes e hábitos dos ingleses

Você sabe o que Ingleses, Escoceses e Irlandeses têm em comum? Conheça cinco características britânicas sem sair do sofá!

Ultra_big_so-british-585x743

Pubs, Chá inglês ou fish n’chips. Se alguém pedir para você descrever coisas bem britânicas, sem dúvidas, você vai mencionar ao menos um desses exemplos. Não é mesmo? E você não estaria errado!

Mas a cultura britânica não pode ser definida por algo tão simples quanto chá. Se você tiver a opportunidade de viajar para o Reino Unido, você vai certamente notar traços nas pessoas e na comunidade que fazem dos Britânicos únicos e autênticos.

Neste artigo você vai aprender sobre alguns hábitos típicos do Reino Unido para entender melhor como eles levam a vida e para conseguir se misturar aos britânicos.

Confira estes 5 detalhes que nos levam a dizer This is so british!

 

1 - Don’t jump the queue!

Queueing (fazer fila) é uma tradição britânica que você não deixará de notar.

Fazer fila pra embarcar no ônibus ou para ser atendido é um hábito tão britânico quanto tomar a'cuppa tea (uma taça de chá). Você vai reparar que as pessoas estão acostumadas a aguardar educadamente na fila e que os estabelecimentos (públicos em especial) colocam placas e divisores de fila para organizar o fluxo. Então, nem pense em bancar o espertinho e furar a fila. Se alguém tentar passar na frente da fila, você corre o risco de ver o lado negro das old ladies britânicas!

Os brasileiros podem nem notar a diferença, pois adoramos fazer fila tanto quanto os britânicos. Quem diria que somos mais organizados para embarcar no ônibus que os franceses, ou os alemães ?!

Mas tem um detalhe que nos diferencia (e muito) dos britânicos: a idéia de espaço pessoal (em qualquer sentido que você possa imaginar)

 

2 - Not too close, fella!

No Reino Unido, as pessoas levam bem a sério o respeito ao espaço pessoal

Na cultura britânica, um desconhecido não deveria se aproximar demais, digamos assim, não menos que a distância de um braço. Isso pode até parecer estranho, mas é a verdade. Eles gostam de ter o seu espaço respeitado e, geralmente, eles consideram os latinos muito 'afetuosos'. Nossa forma de agir é mal interpretada, então controle seus impulsos de dar os 'beijinhos da bochecha' ou de abraçar alguém quando você for apresentado. Um aperto de mão já é suficiente.

Temos que admitir que adoramos um abraço e que encostar no ombro de alguém durante uma conversa é considerado totalmente normal (mesmo que alguns de nós não gostem disso). Mas a questão do espaço pessoal na cultura britânica vai além disso. Então, seguem algumas dicas adicionais: não se aproxime demais da pessoa na sua frente em uma fila e não toque nas pessoas quando estiver tentando chamar a sua atenção - neste caso, até mesmo chamar alto é uma melhor opção.

E mais um detalhe : se você for uma mulher e tiver o hábito de tocar a pessoa com quem você fala, este toque pode ser mal interpretado e podem mesmo pensar que você está flertando!

 

3 - Get a room!

Mostrar (muita) intimidade em público é considerado rude.

Você sabe que nós somos bem inclinados à expor nossos relacionamentos. Nós beijamos, abraçamos e andamos de mãos dadas por toda parte quando estamos apaixonados. E isso não é motivo para vergonha ou desconforto aqui no Brasil. Bem, se um casal trocar beijos mais picantes em público na Inglaterra, por exemplo, eles podem ouvir a frase Get a room!, ou seja, 'vão procurar um quarto'.

Os britânicos não apreciam este tipo de comportamento. Talvez este seja o motivo pelo qual eles chamam um beijo acalorado de French kiss, como se ele só fosse normal do outro lado do canal.

 

4 - How are you?

Não fique desapontado se seu vizinho não lhe disser bom dia.

Realmente, os ‘Brits’ gostam da sua privacidade. O que muitos de nós chamamos de atitude fria e distante é, na verdade, a manifestação do item número 2 desta lista (preservar seu espaço pessoal).

Os brasileiros são conhecidos mundo afora por serem sociáveis (e isso é verdade). Mas se você pensar sobre isso pela perspectiva dos britânicos, os brasileiros podem ser julgados como muito invasivos.

Então, se finalmente seus vizinhos disserem How are you?, não fique empolgado demais e ansioso para conversar sobre seus problemas e novidades. Esta frase não é um convite para falar sobre a sua vida, ela é um simples Hello. A resposta esperada é Fine, thank you – how are you?.

 

5 - I wasn't being serious

Saiba que ironia é a base do humor britânico.

Não leve os britânicos muito à sério, porque eles adoram usar ironia tanto quanto eles adoram o futebol. Se você estiver meio distraído na conversa e ouvir algo fora de contexto, você pode pensar que eles estão lhe insultando. Mas relaxa, eles devem estar pulling your leg, ou seja, só brincando.

Para estrangeiros esta é provavelmente a última barreira à ser superada : entender ironias. Então prepare-se para sentir-se perdido às vezes!

O humor britânico é baseado em ironia, mas ele poderia ser descrito também como a habilidade de tirar sarro de si mesmo. Esta é a melhor parte da cultura britânica. Eles podem até fazer piada sobre você, mas são os melhores em fazer piada sobre eles mesmos, ou na gíria londrina taking the Mickey of themselves. Ou seja, eles não se levam tão à sério (e você também não deveria). Se você acha que eles são sérios demais e que não tem senso de humor, é porque você ainda não os conhece bem. Experimente assistir os filmes do grupo Monty Python e você vai entender melhor o que é o humor britânico.

 

Você se sente mais preparado para conhecer pessoas da Inglaterra?

Conhecer a cultura local e tentar manter a cabeça aberta quanto às diferenças é a melhor forma de se adaptar e se integrar. Marque uma aula sobre os países do Reino Unido e tenha uma imersão cultural com a Engoo!


Leia também

Ultra_big_dangerous-english-expressions-585x743

Conheça as 5 expressões em Inglês que mais geram mal-entendidos

Blog-read-more
Ultra_big_quen_12

Na Austrália a rainha Elisabeth tem 270 anos!

Blog-read-more

Arquivo


Main-blog-bottom-banner