bloog image
Home Dicas Didáticas O Ensino de Idiomas Através da Comunicação e da Expressão

O Ensino de Idiomas Através da Comunicação e da Expressão

Entenda porque a conversação é a chave para a fluência em um segundo idioma

Ultra_big_billion_years_old_hihg_cropped_blog

A Engoo aborda o ensino do idioma inglês como uma habilidade de comunicação e expressão, e não como uma habilidade técnica. Habilidades de comunicação e expressão como idiomas, música e pintura são aprendidas com a prática, e aperfeiçoadas através de regras e técnicas. 
Quando você estava aprendendo a falar português já utilizava diversos tempos verbais sem nem fazer idéia do que é um verbo e acentuava palavras como “Vovó” sem fazer idéia do que é uma oxítona. Da mesma forma um músico pode aprender dezenas de canções sem nunca ter visto uma partitura e um pintor pode criar uma bela obra de arte sem ter sido introduzido à teoria das cores. 

Nas habilidades de comunicação o conhecimento prévio de regras e técnicas é mínimo, por isso nossas aulas são 100% práticas, com foco total em conversação e utilizando regras e técnicas como ferramentas de aperfeiçoamento dos conceitos já absorvidos na prática.
Essas habilidades são diferentes de outras, como dirigir, operar uma máquina, criar uma campanha de marketing ou preparar o balanço financeiro de uma empresa. Para essas tarefas é essencial o conhecimento das regras e técnicas antes mesmo de iniciar as atividades.
As metodologias tradicionais de ensino de inglês posicionam o aprendizado de regras gramaticais como uma etapa preparatória, anterior e prioritária à comunicação e expressão. Essa é uma prática antagônica à própria natureza do cérebro humano.

Um estudo realizado na Universidade de Cornell, nos Estados Unidos, identificou que as regiões do cérebro que controlam os idiomas estão muito próximas à região que é responsável pela compreensão das palavras, porém estão distantes da região que controla a capacidade motora da língua e do palato. Essa análise sugere que a grande dificuldade que pessoas em busca de aprender uma segunda língua tem não é a compreensão, e sim a capacidade motora da boca e da língua na formação de novas palavras. Isso explica porque tantas pessoas conseguem entender uma pergunta em inglês, mas não conseguem formar as palavras para respondê-la.

Sendo assim podemos garantir para você duas coisas:

1- Aprender regras gramaticais e fazer exercícios escritos não vão te fazer aprender a falar inglês. 

- Lembre-se, um idioma não é uma habilidade técnica, então, por exemplo: o fato de você conhecer todas as formas verbais não faz com que seu cérebro encontre o verbo certo a ser utilizado em uma conversa. Muito pelo contrário, você está dando a volta mais longa para compreender perguntas e formular respostas em outro idioma.

- A única região do seu cérebro que está sendo estimulada aqui é a: recompensa! É aqui que as escolas de inglês tradicionais tiram o seu dinheiro. Cada vez que você faz um exercício, completa um módulo ou ganha um certificado você gera um estímulo em uma região do cérebro que te dá a sensação do dever cumprido. Você não obteve um grande avanço no idioma, mas cumpriu uma série de tarefas e isso faz com que você sinta uma grande evolução, quando na verdade ela foi muito pequena ou não ocorreu.


2- Ouvir áudios e assistir vídeos não são a forma mais rápida de falar inglês. 

- Lembre-se que seu cérebro tem facilidade para compreender, portanto precisa de menos treino para desenvolver essa habilidade. O que precisa ser realmente treinado é a capacidade de falar e raciocinar em inglês. Obviamente metodologias baseadas no “listening” são muito mais eficientes do que as baseadas em regras gramaticais, mas se você estiver pagando por elas, é melhor repensar. Um treino simples com recursos gratuitos é mais do que suficiente para obter o mesmo resultado, embora ainda insuficiente para estabelecer diálogos eficientes com estrangeiros.

-A melhor e mais rápida maneira de você se tornar fluente em inglês é falando, sendo corrigido e orientado por um profissional com regularidade.


Com base nessas garantias podemos te fazer uma promessa:

Nossa metodologia vai permitir que você se comunique em inglês de maneira eficiente com estrangeiros de qualquer país em poucos meses.

Colocaremos você frente a frente com professores qualificados, que irão te orientar e corrigir, enquanto pratica o principal elemento do aprendizado de um segundo idioma: a conversação.

 

E então? Gostou da nossa metodologia? Que tal fazer duas aulas gratuitas e experimentar na prática tudo o que descrevemos aqui? Não tem custo e não precisa dar o número do cartão de crédito, você só compra se gostar. É só clicar abaixo em "Quero minhas duas aulas grátis!", preencher o cadastro e agendar as aulas!

QUERO MINHAS AULAS GRÁTIS!

 

Ainda ficou alguma dúvida? Quer saber como a Engoo pode te ajudar a conquistar a fluência no inglês? Fale com um de nossos consultores bilíngues.

QUERO O CONTATO DE UM CONSULTOR BILÍNGUE DA ENGOO

 

 


Leia também

Ultra_big_e-mail_formal

Saiba como escrever e-mails formais de agradecimento em inglês

Blog-read-more
Ultra_big_ilustra%c3%a7%c3%a3o_basquetemenor_pt

8 expressões em inglês sobre basquete!

Blog-read-more

Arquivo


Main-blog-bottom-banner