bloog image
Home Viagem Welcome to BrisVegas!

Welcome to BrisVegas!

A Austrália tem cidades incríveis para além de Sydney. Descubra os atrativos de Brisbane com o roteiro completo que preparamos para você

Ultra_big_shutterstock_333151424aaaaa

Olá galera da Engoo, aqui quem fala é o GuiPorAí! Eu vou sempre trazer dicas, reviews e experiências curiosas em países de língua inglesa, então aprimore o idioma e venha comigo!

O post de hoje trata de um dos assuntos mais requisitados no GUIPORAI.COM – e um dos meus favoritos e mais trabalhosos – City Reviews!!!

Mais do que um destino de intercâmbio ou daquelas férias tão sonhadas, estas cidades têm muito a oferecer para quem tem um olhar mais atento e a cabeça aberta. Aproveitando que neste mês estamos falando de Austrália, a cidade escolhida como destino de hoje é: Brisbane!

Brisbane é a terceira maior cidade da Austrália e a capital do Estado de Queensland – também conhecido como Sunshine State, por conta de seus famigerados 300 dias de sol ao ano... que incluem regiões chegando a quase 50°C! Brisbane também é a porta de entrada do nordeste do país, garantindo acesso à Sunshine Coast, Gold Coast e a cênicas praias em direção ao norte, ao longo da incrível Grande Barreira de Corais. Yep! Pretty Amazing!

As cidades na Austrália tem uma divisão política curiosa. Enquanto a região metropolitana de Brisbane é a mais populosa da Austrália, a cidade é apenas a terceira em número de habitantes, com um centro extremamente compacto. O CBD (Central Business District) fica a beira do rio Brisbane, que deu nome à cidade, e é em grande parte plano e caminhável, com pouco mais de 2km² apenas. A arquitetura da cidade chama atenção, principalmente pelos antigos casarões, construídos no estilo Queenslander, dividindo espaço com arranha-céus espelhados que hoje dominam o horizonte.

 

 

Estilo de Vida

O estilo de vida de uma cidade não pode ser percebido de cara, então a melhor maneira de conhecer mesmo um lugar é conversando com locais e pessoas que moram lá há mais tempo. Brissy – como os locais carinhosamente chamam a cidade – tem um estilo bem mais tranquilo e despretensioso que outras capitais australianas. As coisas acontecem em outro ritmo, a cidade é limpa, organizada, funcional e as senhorinhas param para falar com você na rua!

Após confabular com diversas pessoas, minha opinião de viajante é a de que Brisbane é uma ótima cidade para famílias. Há diversas opções culturais e de lazer, há boas escolas e universidades, os horários são respeitados – é até difícil encontrar muita gente nas ruas depois das 22h. Se você busca a tranquilidade de uma cidade com ares de interior, mas com tudo que uma capital pode oferecer, esta é a cidade!

 

Por Aí

Para quem puder se aventurar além do centro, Brisbane tem opções de trens, ônibus e CityCats (ferrys) que conectam a cidade a bairros distantes e outras regiões metropolitanas. Apesar de Roma St Station ser um ponto de referência comum nos mapas de viajantes recém-chegados, Central Station – por motivos óbvios – é a que está mais próxima do CBD e conta com um grande número de destinos, inclusive trens para o aeroporto.

O sistema de transportes é integrado e você deve adquirir um cartão magnético chamado Go Card para acessá-lo - o depósito custa AUD$10 (reembolsáveis). Ele costuma oferecer tarifas com um desconto considerável e realiza integração com baixo ou zero custo quando você precisa trocar de ônibus. Estudantes e idosos têm desconto e ele também é válido em outras cidades de Queensland!

Alugar bicicletas é uma boa opção para conhecer a cidade, cheia de ciclovias. A principal parte do centro, CBD, Southbank, e bairros próximos como South Birsbane e Kangaroo Point são facilmente alcançados caminhando, cruzando algumas pontes bem pitorescas. A maior parte da cidade é bem plana também, então bora bater perna!

 

Cultura e Lazer

Brisbane oferece algo não tão comum em outras cidades australianas, acesso gratuito a alguns museus e atrações como Queensland Museum and Science Centre, Queensland Art Gallery e a Gallery of Modern Art (GOMA), todas a poucos metros de distância em South Bank.  A cidade já foi sede de diversos eventos como Commonwealth Games e World Expo, e o legado destes eventos é visível e acessível, como o incrível South Bank Parklands.A região foi completamente renovada após severas enchentes e ondas de industrialização, sendo transformada em uma área de lazer e atração turística da cidade. Além do famoso símbolo luminoso da cidade, Parklands conta com a Wheel of Brisbane (roda gigante iluminada em frente ao rio), um anfiteatro, o Arbour (um caminho de 1km composto por estruturas metálicas cobertas por vegetação, serpenteando pelas atrações), a charmosa pagoda nepalesa, uma mini-floresta tropical, além da maior atração de todas: a praia!

"Mas Brisbane não tem praia!” – Quem disse?!

 

Apesar de distante do oceano, a praia construída em Brisbane conta com areias originais de Moreton Bay e água cristalina, cobrindo uma área de 2000m². A sensação em si é bem interessante! Um dia de calor, você trabalha o dia todo, cruza a ponte e já está numa praia de areia, águas tranquilas e tratadas, com direito a salva-vidas e rápido acesso a qualquer barzinho da rua logo ao lado. Além da praia, a área conta com uma piscina gigante logo ao lado, para quem não gosta muito da areia! O acesso é livre todos os dias da semana.

Se visitar uma cidade inclui fazer compras, o CBD concentra a maior quantidade de lojas e shoppings por metro quadrado da região, são diversas galerias e áreas pedonais ao redor da principal rua comercial, a Queen Street (Mall). Há alguns street markets alguns dias da semana que oferecem de tudo: venda-troca de usados (popular mercado de pulgas), comidas internacionais e artesanatos. Próximo ao centro, você pode visitar alguns deles acontecendo em frente ao Cassino, no final da Queen Street Mall e cruzando a ponte você pode visitar o mercado de artesanatos próximo à praia, todas as sextas à noite (tudo que faltava numa praia de verdade!).

 

Fim de Semana

“É possível conhecer a cidade em um final de semana?”

É possível fazer várias coisas num final de semana, depende do que você quer fazer! Brisbane tem oferta suficiente para entreter até os viajantes mais preguiçosos por uma semana ou mais, todavia pensando em um roteirinho muito ágil para aproveitar os poucos dias livres eu diria:

Dia 1: Vague pelo centro. Conheça o CBD, a arte em exposição nas ruas Burnett e Adelaide, esculturas próximas ao Cassino. Visite o belo Roma St Parklands com suas cascatas, lagos e enormes lagartos soltos pelo caminho. Siga sentido sul, passando pelo antigo moinho (a construção mais antiga da cidade ainda de pé), cruzando o centro – a Edward St tem uma série de lojas famosas e opções gastrônomicas – sentido Jardim Botânico. Onde a Cap Cook Bridge e a Goodwill Bridge se encontram, cruze para Kangaroo Point, onde você pode observar esculturas, as imponentes falésias e se aventurar pelo rio ou escalar os penhascos.

Dia 2: Relaxamento cultural. Passando pelo Brisbane City Hall, visite o Museum of Brisbane – que oferece visitas gratis, a cada 15min, à torre do relógio, que já foi o prédio mais alto da cidade. Visite também as galerias e museus de South Bank, curta as atrações do South Bank Parklands e dê um mergulho na praia artificial (não de cabeça, algumas áreas são bem rasas). Conheça o market, aproveite os restaurantes e bares em Grey St e Little Stanley St. Siga para o Monte Coot-tha para apreciar o pôr-do-sol! As vistas do South Bank Parklands são incríveis durante a noite também, inicie sua visita cruzando a histórica Victoria Bridge, com destaque para o memorial a Hector Vasyli nas fundações da antiga ponte e para a iluminação. As fotos da pagoda são incríveis durante a noite. Você pode curtir o resto dela num daqueles barzinhos próximos ou mudar a direção para Fortitude Valley, a região notívaga da cidade.

Dia Extra: Todo este roteiro pode ser feito a pé, exceto o acesso ao monte Coot-tha que fica um pouco mais distante e é recomendável pegar um ônibus ou taxi. Se você tiver um dia extra e quiser ter uma experiência única na Austrália, siga de ônibus até o santuário de coalas Lone Pine. Lá é possível alimentar cangurus e abraçar coalas, além de visitar outros moradores ilustres de espécies que só existem down under como dingos, diabos da tasmânia, etc. Apesar da cara de zoológico e dos preços meio salgados, se você tiver pouco tempo, é uma chance para não desperdiçar ao visitar a Austrália.

 

 

Curiosidades

- Brisbane recebeu seu nome por causa do Rio Brisbane. Já o rio recebeu este nome por causa de Sir Thomas Brisbane, antigo governador de New South Wales... hoje outro Estado.

- O custo de vida e moradia é um pouco mais baixo, comparado ao de Sydney, sendo um destino popular para intercâmbio.

- Brisbane e diversas regiões em Queensland sofrem com sérias inundações e queimadas. Tudo arte do clima, muito influenciado pelas monções e até ciclones ao norte do Estado.

- As ruas do CBD recebem tradicionalmente nomes de membros da família real inglesa. A partir da principal Queen St (em homenagem a rainha Victoria), as paralelas recebem nomes femininos como Elizabeth e Mary, enquanto as perpendiculares recebem nomes masculinos como Edward e George.

- Brisbane fica a cerca de 1 hora de transporte público de Gold Coast, apesar dos viajantes preferirem alugar ou mesmo comprar um carro por lá (é muito barato). Assim você fica livre para visitar, ao sul, o recanto hippie de Byron Bay e, sentido norte, Sunshine Coast, seguindo ao longo da Grande Barreira de Corais por praias incríveis como a Whitehaven Beach em Whitsunday Islands (acesso de barco).

- Apesar de ser um dos mais antigos assentamentos coloniais da Australia, a cidade de Brisbane, oficialmente, tem pouco mais de 100 anos.

- O depósito de AUD$10 na aquisição de seu GoCard é reembolsável mediante a entrega do cartão após o uso. Basicamente, você usa pelo tempo que quiser e quando devolver o cartão, recebe seus USD$10 de volta.

- A maior parte do CBD conta com wi-fi público gratuito 24h.

- O famoso Australia Zoo, da família de Steve “Caçador de Crocodilos” Irwing também fica próximo à cidade e garante “encontros” com os animais - mediante à compra de ingresso extra específico para cada atração.

- Entre diversos apelidos carinhosos, além de Brissie e Brizzie, Brisbane também é chamada, ironicamente, de Brisvegas!

 

Quer saber mais sobre a Austrália e sobre países de língua inglesa? Vem comigo! Toda quinta-feira tem um post quentinho do GuiPorAí.com aqui no Blog da Engoo!

Bote o inglês para funcionar e caia no mundo!!!

 

GuiPorAí.com

 

       

 

Eu sou o Gui, para os íntimos e para vocês!

De um tímido nerd a um andarilho que faz amizades

por onde passa foi um longo caminho. Há muitos

anos não havia muita informação além das

comerciais então eu tive de desbravar caminhos

e me encontrarenquanto conhecia o diferente

e o fantástico.

 

Se quiser saber mais sobre minhas viagens,

acesse também meu blog :

www.guiporai.com

 

 

 


Leia também

Ultra_big_dangerous-english-expressions-585x743

Conheça as 5 expressões em Inglês que mais geram mal-entendidos

Blog-read-more
Ultra_big_quen_12

Na Austrália a rainha Elisabeth tem 270 anos!

Blog-read-more

Arquivo


Main-blog-bottom-banner