Eu Preciso Mesmo de um Professor Nativo no Idioma?

“Devo escolher aulas com professores nativos ou não nativos no idioma?”

Muitos alunos novos se perguntam isso. Em termos de satisfação dos alunos, em geral não há diferença entre professores nativos ou não nativos no Inglês, quando comparamos suas avaliações e notas. Com um Plano Premium da Engoo, você pode fazer aulas com ambos.

Dessa forma, a resposta a esta questão depende muito do que você precisa ou tem por objetivo com o Inglês. Para ajudar você a decidir, compilamos um guia com as principais dicas de nossos alunos veteranos e professores para você.

Você quer saber como melhorar sua fluência e pronúncia do Inglês?

Dependendo de para onde você vai ou com quem quer interagir, deveria buscar professores diferentes. Se você quer falar ou soar como um nativo, provavelmente deveria estudar com um professor nativo de Inglês. Nossos professores de inglês americanos podem lhe ajudar a melhorar a pronúncia do inglês americano, enquanto os professores britânicos podem lhe ajudar na pronúncia do inglês britânico. Temos também professores australianos que podem fazê-lo e assim por diante.

Se você apenas quer melhorar sua pronúncia em geral, professores nativos não são necessariamente melhores para seu objetivo. Por exemplo, um de nossos professores nativos conta que “Por ter um sotaque carregado típico do Norte de meu país, os alunos às vezes têm dificuldade de me entender, especialmente quando fico empolgado e falo mais rápido.”

Por outro lado, muitos dos nossos professores de Inglês não nativos têm sotaques e dicções que são compreendidas pela grande maioria dos falantes de Inglês pelo mundo afora. Muitos filipinos tem experiência anterior trabalhando em call-centers e isso significa que foram treinados para falar com total clareza. Você pode até mesmo encontrá-los pesquisando por ‘call center’ em nossa barra de buscas.

Você pode encontrar também professores não nativos que se formaram em Letras – Inglês (ou cursos equivalentes) na universidade. Esses professores tendem a ter excelentes pronúncias e sotaques. Ficou na dúvida? Lembre-se que dá para conferir vídeos de apresentação em seus perfis, antes mesmo de agendar sua aula. Assim, você saberá exatamente qual sotaque ou acento esperar daquele(a) professor(a).

Finalmente, nossos alunos nos contam que uma das coisas que mais gostam e valorizam na Engoo é a diversidade dos professores. Afinal, o Inglês já é um idioma e patrimônio global. Quanto mais prática você tiver em ouvir e compreender diferentes sotaques e formas de falar, melhor será em se comunicar com pessoas de todos os lugares do mundo, independentemente de seus sotaques!

A despeito do sotaque ou acento que gostaria de ter, certifique-se de aproveitar a ampla gama de variações de professores da Engoo:

  • Nossos Planos Globais lhe permitem experimentar o Inglês falado na Europa, África e América Latina.
  • Nossos Planos Premium, darão a você acesso não só a todos citados acima, mas também àqueles sotaques e formas de falar dos falantes nativos de países como Estados Unidos, Reino Unido, África do Sul ou mesmo da Nova Zelândia. 

Você Interage Constantemente com Nativos?

Se você interage com pessoas que têm inglês como primeira língua todos os dias de sua vida, então é bem provável que faça sentido aprender com professores de Inglês nativos.

Por exemplo, um aluno japonês, agora matriculado em uma escola de negócios nos Estados Unidos, nos conta: “Professores não nativos me ajudaram muito a melhorar minhas habilidades de comunicação, mas ainda não era o suficiente para poder falar e compreender americanos. Eles pronunciam as palavras de forma diferente, falam mais rápido e utilizam outro vocabulário. Para me comunicar no mesmo nível dos nativos no Inglês, senti que precisava aperfeiçoar minha pronúncia com professores nativos.”

Entretanto, se não for provável que interaja a todo momento com falantes nativos de Inglês, você não deve obrigatoriamente procurar por professores nativos na língua. Ao contrário! Soar demais como um nativo pode, às vezes, fazer com que não seja compreendido por outros falantes não nativos.

De qualquer maneira, você deve buscar professores que falem em velocidade natural ou mais rápido, já que isso lhe ajudará a entender melhor e se acostumar com o Inglês falado. Você pode encontrar professores assim, nos vídeos de introdução e nas avaliações de alunos. 

Você também pode buscar por professores que tenham experiência trabalhando em segmentos de negócios similares aos seus. Muitos de nossos professores têm graduação em alguma frente de negócios ou até mesmo experiência na mesma. Se você trabalha no segmento financeiro, em um banco por exemplo, pode procurar professores que trabalharam para bancos. Se trabalha com RH, pode procurar por bacharéis ou profissionais de RH.

Uma de nossas alunas, que atua com web design no Japão prefere aprender com professores não nativos, que tenham experiência na atuação em design. Dessa forma, ela pratica termos e conversas em seu segmento e, quando se sente incapaz de explicar um conceito de design, sabe que seu professor pode lhe ajudar a encontrar o termo correspondente em Inglês.

Agende Logo!

É claro, existem muitos outros elementos para considerar ao agendar sua aula com um professor. Por exemplo, se você quer dicas do aprendizado de inglês, pode ser que prefira marcar sua aula com um professor não nativo que lhe conte como foi aprender outro idioma e que lhe dê dicas sobre como fazê-lo.

De qualquer maneira, nossos alunos mais experientes relatam que a melhor forma de encontrar os professores mais adequados é simplesmente começar a agendar e fazer suas aulas. Após a primeira semana de aulas, você descobrirá qual o melhor estilo de ensino para você e qual a melhor forma de endereçar suas necessidades, se esta é com professores nativos ou não nativos. 

Então comece a identificar seus objetivos com o idioma (se já não tiver feito) e procure por seus professores!